In Não categorizado

Um aluno do Master’s in Global BIM Management da Zigurat, Aitor Arteta, é uma das mentes por trás do Stoor, um aplicativo que permite que os arquitetos tragam seus projetos já desenhados para o mercado.

O Stoor, também denominado Uber da arquitetura, foi projetado com o objetivo de ajudar os arquitetos a tirar o máximo proveito de seu trabalho revendendo os modelos que eles já projetaram.

A grande maioria dos arquitetos tem um mercado muito limitado, com projetos que são realizados para um único cliente e para uso único. No aplicativo, eles podem mostrar seus projetos e se conectar com incorporadores e construtores, que, por sua vez, têm acesso a projetos já finalizados a um preço muito mais barato.

BIM – o pilar da inovação que torna tudo possível

Na aplicação, a apresentação do projeto é executada em BIM (Building Information Modeling), uma metodologia que permite a criação de simulações digitais em 3D. O BIM oferece à Stoor uma vantagem considerável em relação a outros concorrentes no mercado que ainda usam a metodologia AutoCAD ou PDF. O BIM oferece aos compradores muito mais informações sobre o produto que eles adquirem do que qualquer outra metodologia

Com o Stoor, os arquitetos ganharam uma alternativa inovadora para revender seu trabalho. E de acordo com os fundadores, já está dando seus frutos. Por exemplo, um arquiteto de Bilbao vendeu um projeto duas vezes no Japão, algo que seria praticamente impossível se a maneira tradicional de fazer negócios ainda fosse seguida.

Na verdade, a maioria dos arquitetos que vêm para a Stoor vendem seu trabalho em todo o mundo. Os países onde o uso do BIM em projetos públicos se tornou obrigatório, como os Estados Unidos, o Reino Unido, a Alemanha e o Japão, estão no topo da lista. Os edifícios disponíveis no Stoor podem ser usados ​​milhares de vezes por dia para criar tudo, desde lojas de pequenas empresas até mega-edifícios da Fortune 500.

Grandes planos para o futuro

Em 2019, a Stoor planeja atingir um faturamento de 1,5 milhão de euros. Os fundadores estão visitando países como o Brasil e o México, onde muito está sendo construído, para aumentar seu catálogo que atualmente contém 60 projetos.

 

Recent Posts

Start typing and press Enter to search