O Building Information Modeling, ou a modelagem da informação, chegou com a transformação digital para revolucionar o setor da construção. Por isso, a demanda de projetos e profissionais BIM é crescente no mundo todo e a difusão da metodologia faz com que surjam muitas perguntas BIM. Neste artigo, você poderá obter as respostas das perguntas BIM mais recorrentes e solucionar as dúvidas mais frequentes a respeito desta temática.

O que é BIM?

BIM é uma metodologia de trabalho que consiste na construção digital de um projeto de edificação ou de infraestruturas feita através do trabalho colaborativo entre os diversos players envolvidos na obra. De forma que este modelo virtual contém todas as informações do ciclo de vida da obra, as quais podem ser adicionadas e alteradas em tempo real .

Quais as vantagens do BIM?

Através do trabalho colaborativo e das informações que podem ser adicionadas em tempo real no modelo virtual, o Building Information Modeling permite que se tenha uma pré-visão e uma ampla percepção do projeto. Assim, a metodologia faz com que  erros, interferências, improvisos e refações sejam evitados, o que reduz o tempo e custo investido no projeto.

Para que serve o BIM na arquitetura e engenharia?

O BIM tem a função de representar e simular o desenvolvimento da edificação ou infraestrutura dentro do entorno que será inserida (cidade, bairro, rua, etc), a conduta da estrutura diante do clima, eficiência energética, segurança, comodidade e consumo de materiais. Com todos esses dados é possível conhecer os impactos e proveitos sociais e econômicos da construção durante todo sua vida útil.

BIM é um software?

BIM não é apenas um software, essa visão diminui e não corresponde ao que de fato é a modelagem da informação. Ele é muito mais que uma inovação da tecnologia, é uma metodologia de trabalho que por meio de diversas ferramentas tecnológicas e do trabalho colaborativo integra todas as informações da construção. E, com isso, otimiza o projeto e ainda torna o fluxo de execução e a gestão mais descomplicados.

Quais profissionais e áreas podem aplicar o BIM?

A metodologia deve ser aplicada em todas as disciplinas que compõem a obra (arquitetura, estrutural e instalações: Elétrica, Hidráulica, Telecomunicações, Climatização, Preventivo de incêndio e SPDA, Automação, etc. Portanto, BIM pode ser utilizado em todos os momentos do ciclo de vida do projeto (concepção, planejamento, execução, gestão e manutenção) e por todos os players envolvidos no projeto, sejam eles engenheiros, arquitetos, projetistas, orçamentistas, gestores e construtoras e incorporadoras.

perguntas BIM International Master BIM Manager Zigurat

O BIM no ciclo de vida da construção

Qual o cenário BIM no mundo e quais países exigem o uso do BIM na arquitetura, engenharia e construção?

O BIM na arquitetura, engenharia e construção já está bastante difundido por diversos cantos do mundo, inclusive é uma exigência em projetos custeados pelo governo em países como: Reino Unido, Dinamarca, Finlândia, Holanda, Suécia, Noruega e EUA.

Na Coréia do Sul o BIM é obrigatório em edifícios públicos e projetos privados que tenham investimento maior que 50 milhões de dólares.

No Chile, a metodologia é exigida para licitações de hospitais.

Neste ano de 2019 o BIM será obrigatório nas obras governamentais da Rússia e também será obrigatório em licitações públicas para obras de infraestruturas na Espanha.

Em Singapura, a Building Construction Authority, que faz parte do Ministério do Desenvolvimento Nacional de Singapura exige um sistema de aprovação de projetos de arquitetura, estruturas, instalações hidráulicas, elétricas e ar condicionado via análise do modelo BIM, sendo este sistema o mais rápido do mundo (hoje dura 26 dias, mas o órgão planifica reduzir este prazo para 10 dias).

O uso do BIM é fomentado pela União Européia, haja visto que 14 países se uniram e criaram o EU BIM Task Group.

Pesquisadores da Irlanda criaram o Global BIM Study – Lessons for Ireland´s BIM Programme, que apresenta o status da adesão do BIM nas obras públicas de diversas nações.

A Alemanha, França e Austrália já têm a obrigatoriedade da metodologia prevista em projetos públicos para os próximos anos. Brasil, Nova Zelândia, Canadá, Chile, Peru, Arábia Saudita, China e Japão já fazem uso habitual, porém não obrigatório do BIM.

Qual a história do BIM no Brasil?

história do BIM no Brasil perguntas BIM Zigurat International Master BIM Manager

história do BIM no Brasil perguntas BIM Zigurat International Master BIM Manager*2018 foi sancionado um decreto que instituiu o Comitê Estratégico de Implementação do BIM.

Como está a implementação do BIM no Brasil?

O Brasil é outro país que também tem uma demanda exponencial do BIM na arquitetura, engenharia e construção , tanto é que em 2018 foi sancionado um decreto que instituiu o Comitê Estratégico de Implementação do BIM. Além disso, em Santa Catarina há licitações públicas que requerem a elaboração de projetos em BIM.

É crescente o número de empresas privadas brasileiras (escritórios, construtoras e incorporadoras) que adotam BIM para se diferenciar no mercado, ter mais segurança nos prazos, economia de gastos, menor desperdício de materiais e eficiência nos projetos.

As universidades do Brasil já notaram a importância da metodologia para o setor e para atender a demanda de profissionais que buscam formação em BIM e começaram a inseri-la em seus cursos de graduação, especialização, pós-graduação, mestrado e doutorado.

Além disso, organizações e associações de arquitetura, engenharia e construção do país também não têm medido esforços para a criação de normas e guias de estilos BIM que visam padronizar e difundir os conceitos relativos ao Building Information Modeling. Por isso, há muitos eventos e publicações sobre este novo método de trabalho.

Por que ainda há resistência na adoção do BIM?

Ainda há resistência na adesão da metodologia pois para implementar BIM é necessário um investimento para que se tenha todo o conhecimento requerido no processo, ou seja, é imprescindível que haja a capacitação de toda a cadeia de profissionais envolvidos no projeto.

O BIM também exige que as empresas invistam em tecnologia (softwares e computadores de ponta). Além disso, a adesão da metodologia requer uma reestruturação da empresa e a criação de um novo workflow.

Que motivos tornam o BIM vantajoso?

Transparência – O trabalho colaborativo possibilita a participação de todos os players, que têm disponíveis todas as informações e detalhes de todas as áreas da obra.

Atualização dos dados em tempo real – A tecnologia somada ao trabalho colaborativo permite integrar e alterar desenhos e detalhes automaticamente.

Linguagem única para todos – O BIM possibilita uma comunicação integrada entre todos os envolvidos.

Desenho inteligente – Os desenhos possuem informações detalhadas, ou seja, cálculos podem ser feitos automaticamente e informações adicionadas de maneira simultânea na parte gráfica do projeto.

Avaliação geográfica da localização do projeto – O BIM permite uma análise dos impactos geográficos e sociais da estrutura para ver a viabilidade da construção de uma obra em um determinado local.

Execução mais eficaz – Ao representar virtualmente o projeto e ainda contar com o trabalho colaborativo de todos os envolvidos o BIM possibilita a previsão de erros e evita imprevistos, além de verificar a viabilidade do local da construção, o que  torna o projeto mais eficiente e faz com que seja realizado em menos tempo e menor custo.

Cronograma preciso – O BIM está presente durante todas as fases do ciclo de vida da obra e ao ser associado com um cronograma de atividades, possibilita que sejam transmitidos todos os requisitos de espaço, recursos de trabalho, materiais e entregas.

Marketing pessoal, da empresa e do paísO BIM acaba sendo um diferencial competitivo entre os profissionais do setor , entre os escritórios de arquitetura e engenharia, construtoras e até mesmo é capaz de deixar mais positiva e trazer melhor resultados à uma gestão governamental.

Onde se pode obter informações sobre BIM?

Livros; Masterclass, cursos, Masters, blogs de arquitetura e engenharia, revistas onlines voltadas para o setor da construção; artigos e teses acadêmicas, eventos, canais no youtube, sites de fabricantes e normas e manuais técnicos. Além disso, é possível obter mais informações sobre BIM na arquitetura, engenharia e construção através de BIMCommunity, a maior comunidade BIM do mundo, que ainda permite que o profissional crie seu próprio conteúdo,  exponha seus projetos, conheça outros profissionais e empresas e também se intere das oportunidades de trabalho. O portal blog internacional permite ainda que empresas anunciem oportunidades laborais e ganhem destaque no mercado.

perguntas BIM International Master BIM Manager Zigurat

Sem mais artigos