Como já é tradicional da CYPE Software, a empresa lançou no início do passado mês de julho, início do verão europeu, a versão 2021 do seu software. Além de mais cinquenta melhoras e atualizações em diferentes softwares, ao todo foram lançadas, entre módulos e aplicações, nove novas ferramentas que cobrem boa parte do espectro de um projeto Open BIM, passando pelo cálculo estrutural, cálculo instalações e simulações energéticas, projeto de telecomunicações, prescrição e fabricação e a maior novidade: modelagem arquitetônica.

CYPE Architecture, este é apenas o início.

CYPE Architecture, a nova ferramenta de modelagem arquitetônica da CYPE veio para ser uma peça que se encaixa perfeitamente numa das extremidades mais importantes do workflow de qualquer projeto Open BIM: o início. A concepção arquitetônica, ou seja, o ato de planejar o edifício; de definir o seu uso e a ergonomia dos seus espaços; de otimizar a sua forma é, sem dúvidas, a fase que mais representa a Arquitetura em si. Uma ferramenta que permitisse que essa fase do projeto fosse realizada num ambiente flexível e totalmente Open BIM era uma necessidade do fluxo de trabalho proposto pela CYPE através do BIMserver.center.

O desenho na fase de “concepção arquitetônica”

A segunda década dos nos 2000 veio carregada de novas ferramentas de modelagem arquitetônica que certamente aperfeiçoaram muitos fluxos de trabalho e que contribuíram muito para o salto tecnológico que a tecnologia BIM representa. No entanto, este avanço rápido e necessário do setor possivelmente tenha influenciado no processo criativo de muitos profissionais que, possivelmente, tenham deixado de lado certas atividades do processo de concepção arquitetônica, como desenhar linhas, superfícies e volumes conceituais para, no seu lugar, diretamente modelar paredes, pisos, espaços e outros elementos, muitas vezes incrementando bastante o nível de detalhes do projeto numa fase em que este ainda quem sabe, todavia não tenha atingido um estado de maturidade suficiente para contemplar tais detalhes.

O CYPE Architecture se apresenta como uma ferramenta que pretende resgatar este processo de “planejar o edifício”, neste caso primeiro através de um esboço digital, para somente então convertê-lo em um modelo BIM de arquitetura com os detalhes e informações necessários para levar a cabo os próximos passos de um determinado fluxo de trabalho.

CYPE 2021

A dualidade “esboço-arquitetura”

A ferramenta está dividida em três abas, que podem ser utilizadas de maneira combinada ou de maneira isolada, em função das necessidades e preferências do usuário. A primeira delas, a aba de “Esboço”, contempla uma grande variedade de ferramentas de desenho 2D e 3D que permitem que o profissional faça seus estudos iniciais, desenhando retas, quadriláteros, polígonos, circunferências e outras formas, que depois podem ser copiados, movidos, extrudados e combinados para criar formas e geometrias variadas. Este processo de “desenhar” o edifício sem restrições geométricas torna o processo criativo muito mais flexível e a quantidade e qualidade dos resultados que podem ser obtidos se amplia consideravelmente.

CYPE 2021

Uma vez que o profissional tenha realizado o estudo inicial dos usos e da morfologia do edifício, já poderá proceder à segunda aba, a aba “Arquitetura”. Nesta aba o profissional deixará de estar desenhando linhas, superfícies ou volumes e passará a modelar paredes, tetos, pisos, rampas e outros elementos construtivos. A ferramenta contempla diferentes modos de introdução destes elementos, de maneira que o processo de modelagem arquitetônica acaba sendo bastante fácil e intuitivo. Sem dúvidas, o modo de introdução de elementos “por superfície” se destaca perante os demais: neste modo o profissional poderá, por exemplo, escolher um tipo de parede ou piso e clicar sobre uma das superfícies do esboço criado anteriormente e “converter o esboço em arquitetura”.

Mais elementos construtivos e objetos

Ainda na aba “arquitetura”, a ferramenta contempla uma ampla gama de elementos arquitetônicos tais como escadas, elevadores, pilares e vigas, piscinas, portas, janelas, brises e paredes de vidro. Todos os elementos podem ser introduzidos por meio de assistentes e são classificados automaticamente de acordo com o standard IFC.

O programa conta ainda com uma ampla biblioteca de móveis e equipamentos sanitários que podem ser introduzidos no modelo através da aba “Mobiliário”. Cada objeto pode ser personalizado de acordo com a sua tipologia e seu uso. Alguns destes elementos, ao serem introduzidos na fase de projeto arquitetônico, aportam dados para as fases seguintes do projeto, como é o caso dos equipamentos sanitários que mais adiante se conectam com as ferramentas da família CYPEPLUMBING ou eletrodomésticos que ao serem exportados ao BIMserver.center emitem avisos indicando que tomadas precisam ser introduzidas nas suas redondezas.

CYPE 2021

Ampliando o leque de possibilidades

A integração do CYPE Architecture ao fluxo de trabalho Open BIM proposto através do BIMserver.center amplia muito as possibilidades da ferramenta, de modo que diferentes estudos e processos podem ser realizados à partir do modelo arquitetônico desenvolvido no programa. Entre eles cabe destacar:

  • Descrição completa das características técnicas correspondentes às soluções construtivas que compõe o sistema envolvente e de divisão interior do edifício através da ferramenta Open BIM Construction Systems.
  • Geração de um ou mais modelos analíticos de precisão para a realização de simulações térmicas e/ou acústicas através da ferramenta Open BIM Analytical Model.
  • Medição e orçamento do modelo arquitetônico através da leitura de modelos em IFC e bases de dados em BC3 através do Open BIM Quantities.
  • Coordenação BIM do projeto e análises multidisciplinares combinando diferentes IFCs, entre eles o IFC gerado pelo CYPE Architecture, em análises tipo clash detection, com a ferramenta Open BIM Model Checker.
  • Confecção dos desenhos do projeto, à partir do modelo BIM, através da ferramenta Open BIM Layout.

Modelagem de estruturas complexas

Além do CYPE Architecture, entre os highlights da versão 2021 do CYPE também cabe destacar a incorporação do StruBIM CYPE 3D (novo nome do CYPE 3D) ao BIMserver.center e o lançamento da nova ferramenta StruBIM Steel, para o desenvolvimento de modelos BIM de fabricação de estruturas metálicas. A flexibilidade e facilidade de modelagem que oferece CYPE Architecture também podem ser úteis para profissionais especialistas em estruturas que queiram desenvolver estruturas com geometrias mais complexas. Um esboço tridimensional desenvolvido no CYPE Architecture pode ser enviado ao BIMserver.center e depois interpretado pelo StruBIM CYPE 3D de maneira que as linhas do esboço podem ser convertidas em barras da estrutura, enquanto as superfícies do esboço podem ser convertidas em placas estruturais.

CYPE 2021

Perspectivas

De acordo com o que foi informado em diferentes apresentações da CYPE durante os eventos de lançamento da versão 2021, a primeira versão do CYPE Architecture contempla um amplo conjunto de ferramentas, porém muitos dos seus recursos ainda seguirão sendo desenvolvidos ao longo das seguintes atualizações. Durante a versão 2021 mais opções de fluxo de trabalho, mais interação com outras ferramentas Open BIM e evoluções nas capacidades de modelagem e configuração dos desenhos podem ser esperadas. Tal e como o prório slogan da ferramenta indica “This is just the beggining”.

Autor: Afonso Miguel Solak, Departamento de Desenvolvimento da CYPE

 

Sem mais artigos