Entenda a arquitetura BIM, alguns software, seus benefícios e diferenciais

 

O BIM (Building Information Modeling) é uma metodologia que permite criar simulações reais, através de um modelo virtual construído por meio do trabalho colaborativo e da tecnologia de software que possibilitam que todas as informações e documentações referentes ao projeto sejam armazenadas e compartilhadas em tempo real com os diversos players envolvidos durante todo o ciclo de vida da obra.  Dessa forma, a arquitetura BIM é mais eficiente, sustentável e é mais econômica em relação a tempo e custo.

Assim, os projetos arquitetônicos modelados em BIM podem ser desenhados com os produtos e materiais reais que serão usados para construção, incorporando sua geometria, suas características e suas especificações. Nestes tipos de arquitetura BIM, a representação do edifício que será construído é altamente detalhada, com informações minuciosas que são compartilhadas com todos envolvidos através do software considerado ideal para o projeto.

Dessa maneira, devido aos modelos gerados virtualmente em todas as etapas do projeto construtivo, é possível quantificar, planejar, coordenar, gestionar e recuperar informações a qualquer momento do ciclo de vida do empreendimento que envolve a arquitetura BIM e, também, checar as interferências, provar alternativas novas de projeto e testar o desempenho do modelo sob a ação de diversos agentes.

Além disso, cada um dos elementos possui atributos próprios e está ligado especificamente e parametricamente com os outros objetos da obra: caso um objeto seja alterado, os que dependem dele serão modificados automaticamente, o que facilita o trabalho durante a construção arquitetônica.

Portanto, a arquitetura BIM engloba desde a representação visual do objeto, sua geometria até as relações e atributos de maneira que possibilita a validação da viabilidade construtiva das soluções, evitando e prevendo desempenho, erros e desperdícios.

 

O diferencial de quem adota a arquitetura BIM

Os benefícios da arquitetura BIM fazem com que ela já seja adotada e até obrigatória em várias partes do mundo e, em países que ainda a aplicação da metodologia é insipiente, já se nota um grande aumento da demanda e incentivos governamentais.

Assim, para competir no mercado AECO, o fato de ser um escritório BIM é um grande diferencial,  uma vantagem competitiva e até um maneira de fazer marketing, já que é “moderno”, sustentável, colaborativo e até econômico em relação a tempo e custo. Ou seja, um escritório BIM é um escritório BOM, atualizado e capaz de atender as necessidades do mercado com maior eficiência. Em contraponto, quem não é BIM  começa a ser considerado desatualizado, pois não acompanhou o processo de digitalização e ficou estagnado na antiga maneira de construir.

 

Software de arquitetura BIM

Na hora que a empresa decide que fará um projeto BIM é importante que ela conheça os software disponíveis, entenda a funcionalidade de cada um e escolha o mais viável e compatível com o projeto em questão.

Dentre as ferramentas BIM, as principais do mercado para projetos arquitetônicos são: ArchiCAD, Bentley Architecture, Revit Architecture e Vectorworks Architect.

  • ArchiCAD
    O ArchiCAD, é a ferramenta BIM  com maturidade devido ao fato de ser a mais antiga disponível no mercado, além disso,  disponibiliza uma grande biblioteca A plataforma é compatível com software de orçamentos, de cálculo energético e outros.
    Custo aproximado: 7,8 mil reais

 

  • Bentley Architecture
    A solução BIM da Bentley Systems possui suporte para formato IFC e é parte de uma grande plataforma que engloba software específicos para estrutura, instalações e modelagem de elementos complexos.
    Custo aproximado: 13,3 mil reais

 

  • Revit Architecture
    Software da Autodesk, o Revit é um dos mais popular e utilizado no mercado, devido ao fato de ser do mesmo fabricante do AutoCad. A ferramenta lê arquivos gerados em programas pontuais de estrutura (Revit Structure) e instalações (Revit MEP), o que facilita a coordenação e compatibilização dos complementares.
    Custo aproximado: 10 mil reais

 

  • Vectorworks Architect
    O Vectorworks, da Nemetschek é altamente compatível com o formato IFC para intercâmbio de arquivos com outras ferramentas BIM. É uma plataforma mais simples e barata, que possibilita projetar da forma tradicional, como um programa de CAD convencional.
    Custo aproximado: 4,3 mil reais (primeira licença) e 3 mil reais (licenças adicionais). Versões com Renderworks: 5,3 mil reais, sendo 3,7 mil reais a licença adicional.

Algumas lições da arquitetura BIM

BIM não é um software, é uma nova metodologia
O BIM é uma metodologia que através de software permite a construção virtual de um projeto com todas as informações altamente detalhadas e compartilhadas durante todo o ciclo construtivo.

 

O BIM aumenta a eficiência e valoriza o trabalho dos escritórios de arquitetura
A metologia BIM possibilita uma assertividade maior e melhora a performance dos escritórios, pois evita erros e retrabalho na hora de compatibilizar os projetos. Os documentos são todos compartilhados, de maneira em que todos os players trabalham com todas as informações em tempo real. Assim, fazer BIM é um grande diferencial e pode se tornar um marketing pessoal e do escritório.

 

A arquitetura BIM é econômica
Com o BIM, o orçamentos das obras é mais seguro e real, já que cada produto usado no projeto já vem com as especificações de fábrica. Além disso, diminui bastante o desperdício de tempo e reduz custos. Afinal, quando um projeto NÃO é realizado com BIM,  88% dos documentos de um projeto sofrem modificações e 45% dos documentos passam por revisão após o projeto executivo. Nestes projetos, o desperdício com instalações é de 25%, sendo que 10% é consequência da falta de integração entre orçamento, compras e suprimentos. No entanto, com o uso da metodologia esses erros, desperdícios, retrabalhos e perda de tempo e gastos, poderiam ser evitados.

 

O futuro é agora e é BIM
Devido as vantagens da metodologia BIM, muitos clientes e governos passaram ou passarão a exigir projetos produzidos em BIM. Já existem várias empresas que trabalham com essa revolução do setor AECO e quem ficar de fora, perderá mercado para estes escritórios e profissionais.

 

A importância de uma formação BIM
Entender BIM, não é aprender um software, mas sim conhecer e entender uma metodologia de trabalho que tem como suporte os software e o trabalho colaborativo. Portanto, é um conhecimento muito mais amplo, que para competir no mercado, se torna imprescindível uma formação. Para isso, é importante que o profissional de prioridade a  uma formação com um corpo docente especializado que já trabalhe com BIMe que seja composto por acadêmicos e líderes de empresas, que este curso ofereça conhecimentos teóricos e práticos, que a especialização dê suporte na aprendizagem de software BIM e também que possibilite o trabalho colaborativo entre os alunos, para que eles possam viver na formação o mundo real da arquitetura BIM.

 

arquitetura BIM Master Zigurat

 

Sem mais artigos