Com o crescimento da digitalização do setor AECO e a demanda de projetos realizados em  Building Information Modeling, a organização, seja ela escritório ou empresa da indústria, necessita de uma adaptação interna, uma remodelação institucional que corresponda a transformação BIM.  

Em uma organização em transformação BIM, o elemento mínimo é a tarefa, que pode ser definida de acordo com a sua complexidade, tema ou relevância. Independente da classificação do tipo de tarefa, a organização com tecnologia BIM precisa perseguir o “flow”, ou seja, trabalhar de forma em que se tenha uma experiência laboral fluída que una produtividade e motivação. Sendo assim, a organização com tecnologia BIM deve entender que a produtividade do funcionário, ou seja, os resultados que ele produzirá dependerá de como ele será motivado pelo local em que trabalha, ou seja, o quanto a empresa ou escritório consegue explicar a ele as forças e motivos que estão atrelados ao projeto construtivo. No caso da organização empresarial e a transformação BIM, os arquitetos e engenheiros envolvidos no projeto BIM, devem entender a eficácia da metodologia: sustentabilidade, economia de tempo e custo, trabalho colaborativo realizado em tempo real, detalhamento de materiais e orçamentos, eliminação de erros e maior eficácia.

Os 4 valores indispensáveis 

Além disso, para que a transformação BIM na organização seja eficaz ela deve ter um processo gerencial regido por: tomada de decisão, coordenação, liderança e controle.

 

Tomada de decisão: a organização empresarial do setor AECO, necessita olhar para o futuro e prever as tendências ou acontecimentos que possam vir a influenciar no processo de trabalho. É preciso definir as metas, os objetivos e os caminhos que devem ser trilhados para ter sucesso em cada projeto relacionado com a transformação BIM.


Coordenação: depois de definidas as metas e planos para o projeto, o BIM Manager deve organizar os recursos materiais e humanos necessários para alcançar os objetivos. Além disso, é preciso coordenar o fluxo de trabalho, ou seja, o papel de cada pessoa e seu desempenho no projeto.


Liderança: o BIM Manager da organização empresarial deve entender as habilidades de cada funcionário e influenciá-los para propósitos específicos do projeto. O líder deve fazer entender que cada membro da organização deve trabalhar colaborativamente de acordo com as metas da transformação BIM. A liderança tem a função de unir eficácia e eficiência através da administração dos esforços individuais de cada um, com o objetivo de, atingir em grupo, as metas estipuladas no processo em questão.


Controle: Monitorar o progresso da transformação BIM  em direção ao cumprimento de suas metas na empresa. É necessário fazer esse controle para que tudo seja medido, comparado e para que falhas sejam reparadas e evitadas.  Ou seja, medir o desempenho de um projeto BIM e compará-lo a outro e até o antes e depois da implementação BIM na organização. Alguns dos meios de controle podem ser: tempo investido no projeto, horas de trabalho de cada funcionário e investimento financeiro (economia de custos).

 

A transformação passa por uma RE(definição)

A organização empresarial, quando trabalha está em processo de transformação BIM, também deve rever e ter claro o BIM dentro da sua cultura institucional, não esquecendo que ela determina a forma como o negócio se organiza e lida com seus funcionários e também como se posiciona no mercado. Assim, a transformação BIM deve estar presente em seus ideais e valores.

  • ideais: o que a organização persegue e objetiva alcançar, o que pretende ao realizar projetos BIM.
  • valores: de que maneira  ou como a organização toma as suas decisões

Dessa forma, quando se trabalha com a transformação BIM a organização empresarial deve:

  • redefinir seus valores
  • transformar seus valores em ações:
    • treinamento da equipe
    • licenciamento de softwares para a equipe
    • renovação dos hardwares
  • construir uma equipe coerente
  • monitorar os impactos que tudo isso trará para a empresa.

 

A cultura de uma organização exitosa no setor AECO, tendo em conta a tecnologia BIM e o mundo em que vivemos, deve ser composta por alguns itens como:

Confiança: a confiança vai “acontecendo” através dos projetos, é aquele sentimento que é adquirido e assegurado no cotidiano da organização.

Segurança: são as crenças, regras, normas, práticas de trabalho e atitudes compartilhados pelos funcionários. É o que a organização deve assegurar e fazer ser assegurado. Para uma boa cultura de segurança é necessário engajar os funcionários e pedir seus feedbacks, para que assim, riscos sejam remediados.

Pertencimento: Fazer com que o funcionário saiba que ele é peça-chave na empresa e em seus projetos.

Comprometimento: é a produção e realização de tarefas  de acordo com os propósitos da organização.

Aprendizado: ir em busca do novo e lapidar o antigo para ter exito no futuro.

Diversidade: prezar por uma equipe multicultural e com profissionais de diversas especialidades do setor AECO, que trabalhem de maneira integrada, harmônica e colaborativa.

Diferenciação / Inovação: Buscar maneiras que tornem a organização “especial”, coisas que façam com que clientes optem por contratar o serviço da organização e que funcionários queiram trabalhar nela. A inovação tecnológica e digitalização que traz o BIM como diferencial é um grande atrativo e motor de diferenciação.

Inquietude: é estar sempre em movimento, é a busca por mais conhecimento, é aperfeiçoamento e encontro de novas soluções para antigos problemas.

Ambição: Traçar as metas e objetivos, contratar funcionários, organizar fluxos de trabalhos e monitorar tudo para que a empresa seja cada vez mais produtiva e que traga melhores resultados.

 

Além disso, para uma organização empresarial ter sucesso em sua transformação BIM ela deve ter sua estrutura hierárquica e colaborativa bem definidas, assim como seus processos de trabalho (workflow) fluídos e determinados e,  ainda deve ter em mãos recursos tecnológicos de ponta (softwares, plataformas e aparelhos) à serviço do desenvolvimento do potencial das pessoas.

 

international master bim manager transformação bim

 

international master bim manager infraestruturas transformação bim

Sem mais artigos