“Os projetos de engenharia civil que já implementaram processos BIM estão economizando até 20% dos custos totais do trabalho”

Há muitos desafios para o setor de construção espanhol, liderados pelas maiores construtoras do mundo, que tiveram que se reinventar e se adaptar a um mundo globalizado.

80% de sua produção já está além das fronteiras espanholas. O processo de internacionalização que as empresas especializadas em projetos de engenharia civil estão enfrentando os forçou a se adaptar às exigências e padrões internacionais.

Neste contexto, um dos grandes desafios da engenharia civil é adaptar-se em tempo recorde ao novo paradigma digital e cultural que significa Building Information Modeling (BIM), um sistema de trabalho baseado na colaboração entre todos os agentes que intervêm no mesmo projeto construtivo. Outro ponto-chave do BIM é a possibilidade de gerenciar toda a informação e documentação de uma infraestrutura ao longo do seu ciclo de vida, em um ambiente digital.

Novos modelos e culturas colaborativas

A revolução tecnológica da economia transformou completamente a estrutura produtiva global, que agora está se movendo rapidamente para modelos mais sofisticados. Não podemos mais pensar no sistema tecnológico como fizemos nas últimas duas décadas. As telecomunicações e tecnologia digital mudaram o modelo de gestão de um projeto.

international master bim manager zigurat digitalização da construção

A divisão digital faz do setor educacional um elemento-chave nessa transição. No entanto, o know-how exigido pela indústria para a aplicação de tecnologias de ponta não é encontrado em nenhum lugar. Não estamos falando de métodos maduros na Espanha, nem de tecnologias já implementadas, mas de novos modelos e culturas colaborativas.

Não há tantos centros especializados preparados para responder a essas novas necessidades com uma formação de qualidade que atenda aos requisitos fundamentais exigidos pela metodologia BIM: modelos integrados, Common Data Environments (CDE), processos colaborativos, habilidades de coordenação e gerenciamento, trabalho em equipes multidisciplinares e deslocalizados, padrões internacionais, etc.

Instituições privadas como Zigurat Global Institute of Technology respondem a essa transformação digital com um catálogo de treinamento que aborda a digitalização da construção em todas as suas perspectivas, em um ambiente internacional com professores de reconhecido reconhecimento profissional e estudantes de mais de 70 países diferentes.

A Zigurat oferece uma formação especializada em projetos de construção com programas para engenheiros e arquitetos, como International Master BIM Manager / International Master BIM Manager Infraestruturas.

Não é fácil encontrar Masters tão avançados na gestão e implementação de novas tecnologias como a digitalização da construção e que eles também sejam focados em mercados tão diferentes quanto a Espanha, a América Latina, o Brasil e o anglo-saxão.

Uma especialização que não só forma o profissional com as habilidades mais avançadas do mercado, mas também oferece a maior rede de profissionais do mundo, composta por engenheiros e arquitetos de mais de 90 países, que permitirá que profissionais de todo o mundo tenham abertas uma infinidade de oportunidades para sua nova carreira profissional.

 

digitalização da construção master Zigurat

digitalização da construção master Zigurat

 

Sem mais artigos